Cinto de segurança e celular: campeões de multa em Ponta Porã

 

A falta de conscientização quanto ao cumprimento do Código de Trânsito Brasileiro reflete no condutor muitas vezes apenas na hora de desembolsar o pagamento da multa. E isso é uma realidade que não é “privilégio” apenas em Ponta Porã. Estatísticas do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) apontam que o condutor brasileiro é desobediente quando o assunto são as regras, principalmente no quesito cinto de segurança e uso do telefone celular ao volante, previstas no CTB.

E Ponta Porã, não foge a esse cenário preocupante, já que os dois fatores são fundamentais na segurança no trânsito. Dados da Secretaria Municipal de Segurança Pública, através da Coordenadoria de Trânsito, apontam que o motorista pontaporanense está se descuidando quanto ao respeito às leis.

Mais da metade das multas aplicadas são a falta do uso do cinto de segurança, responsável por 51,5% das sanções, seguida mais abaixo pelo uso indisciplinado do aparelho de telefone celular ao volante.

E esses números são em sua grande maioria responsável pelo aumento no número de acidentes no trânsito, seja de pequeno, médio ou grande vulto. E a partir de agora, os agentes de trânsito e policiais militares não precisam mais parar os veículos para aplicar as multas pelo uso do telefone celular ao volante e pela falta do cinto de segurança.

O Supremo Tribunal Federal anulou, em decisão proferida no início deste mês, anulou a lei estadual 3.469 de dezembro de 2007, que só validava a multa com a identificação do condutor.

Com a decisão do STF, os motoristas devem redobrar a atenção e evitar a infração, lembra o Secretário Municipal de Segurança Pública, Marcelino Nunes. “Desde novembro do ano passado, a multa pela utilização do telefone celular passou de média para gravíssima e o valor é de R$ 293,47”, reforça o Secretário. Ele diz que a primeira orientação para a Guarda Civil Municipal é quanto a conscientização das novas regras. Depois, vem a aplicação da Lei.

DADOS – Além da falta do uso do cinto de segurança e do uso do telefone celular, a estatística da Secretaria de Segurança Pública mostra ainda outras irregularidades flagradas no trânsito em Ponta Porã e que resultaram em multas: estacionar sobre a faixa  destinada ao pedestre, avançar o sinal vermelho, estacionar ao lado de outro veículo em fila dupla, deixar o passageiro de usar o cinto de segurança, estacionar no passeio, transitar pela contramão em via com sinalização, estacionar nas esquinas a menos de 5 metros da calçada, além de outras pequenas infrações.

Notícias Relacionadas

Nova Itamarati recebe R$ 2,5 milhões em saneamento... Investimento garante água tratada e encanada para mais de 2,5 mil cidadãos O prefeito Hélio Peluffo entregou, ao lado do governador Reinaldo Azambu...
Prefeito Hélio na Câmara: “Ponta Porã precisa de o... O prefeito Hélio Peluffo participou nesta terça-feira, 06, da primeira sessão ordinária da Câmara de Vereadores, marcando a retomada das sessões legis...
Hélio dá boas vindas aos novos servidores   O prefeito de Ponta Porã, Hélio Peluffo, acompanhado de secretários municipais, recepcionou na manhã de ontem a primeira turma de candidatos...
Prefeitura entrega materiais a agentes de saúde Repasse é fruto de convênio em forma de parceria com o Governo do Estado A prefeitura de Ponta Porã, através da secretaria municipal de Saúde, efet...