Superintendente do Procon Estadual apoiará a luta por uma internet digna em Ponta Porã

No dia 07/02/2018 o Superintendente do Procon Estadual de Mato Grosso do Sul, Dr. Marcelo Monteiro Salomão, esteve presente na sede do Procon Municipal de Ponta Porã, para discutir os rumos e estratégias a serem seguidas pelo órgão municipal na proteção dos direitos dos consumidores da região.

Na ocasião a Coordenadora Drª Claudia Bonato Vieira colocou em pauta os problemas que assolam a região, tais como: péssimo serviço prestado pelas operadoras de telefonia e internet móvel e fixa, falta de dinheiro nos caixas eletrônicos, cobranças abusivas das empresas de energia e água, longas filas nas agências bancárias e lotéricas e etc.

O principal tema abordado foi o problema de conexão com a internet (móvel e fixa), já que as oscilações e quedas de sinal são frequentes, além disso, faltam portas e armários  em diversas regiões da cidade, fatos que impedem que a população desempenhe seu direito universal de acesso, previsto no art. 4º, I do Marco Civil da Internet.

Por fim, o Superintendente sugeriu medidas a serem adotadas e informou que envidará esforços para auxiliar a Prefeitura de Ponta Porã, por intermédio do Procon Municipal, na solução desses e de outros conflitos que surgirem.

Notícias Relacionadas

Procon promoverá ação educativa em celebração ao d... O Dia Mundial do Consumidor é comemorado anualmente em 15 de março. Este ano, a Prefeitura de Ponta Porã, por intermédio do Procon, fará uma ação ...
PROCON DE PONTA PORÃ DIVULGA RANKING ANUAL DE ATEN... A Prefeitura Municipal de Ponta Porã, por intermédio do Procon Municipal, divulga o ranking das 50 empresas mais demandadas por consumidores junto ao ...
Procon divulga pesquisa dos itens da cesta básica ... A Prefeitura Municipal de Ponta Porã, por intermédio do Procon municipal, em parceria o curso de Administração das Faculdades Integradas de Ponta Porã...
Preço diferente na gôndola e no caixa? Na hora de ir às compras, fique atento aos valores das mercadorias. De acordo com o artigo 5º da lei 10.962/04, caso o consumidor note que o preço do ...