BOLETO ERRADO?

📄💲O boleto foi pago, mas a dor de cabeça apareceu tempos depois. Um problema na geração de boletos bancários para pagamento da mensalidade de uma faculdade impediu que uma aluna fizesse a matrícula no curso de Pedagogia por constar um débito em aberto. A 30ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo isentou a estudante de pagar a suposta dívida, pois considerou comprovado que o pagamento havia sido feito, embora a instituição de ensino tenha alegado divergência no código de barras. Para o TJSP, os boletos são gerados via sistema que a própria faculdade oferece aos alunos e, portanto, é sua responsabilidade o erro no documento.

Saiba mais: http://bit.ly/BoletoDefeituoso

Notícias Relacionadas

PESQUISA DE PREÇO – CESTA BÁSICA   A prefeitura de Ponta Porã, por intermédio do Procon municipal divulga os preços dos itens da cesta básica, realizada em parceria com o curso ...
Procon de Ponta Porã prorroga campanha ´Saindo do ... A campanha de renegociação de dívidas Saindo do Sufoco II, promovida pela Prefeitura de Ponta Porã, realizou cerca de 400 negociações durante os três ...
SERVIDORES DO PROCON DE PONTA PORÃ TROCAM EXPERIÊN... A ação oportunizada pela Prefeitura de Ponta Porã em parceria com a Prefeitura de Dourados agregará no trabalho da unidade de defesa ao consumidor de ...
Pesquisa de Preço dos itens da cesta básica em Pon... A prefeitura de Ponta Porã, por intermédio do Procon municipal divulga os preços dos itens da cesta básica, realizada em parceria com o curso de Admin...