Prefeitura reforça ações contra dengue nos bairros

A Prefeitura de Ponta Porã, através da Secretaria Municipal de Saúde, e coordenação do Controle de Vetores do município intensifica neste início de ano o trabalho de combate e prevenção à dengue, chikungunya e o vírus Zica. Os trabalhos estão concentrados na região norte da cidade, e percorrerá diversos pontos considerados de risco devido ao acumulo de locais favoráveis à proliferação do mosquito transmissor da doença.

Estados e municípios já foram orientados pela Sala Nacional de Coordenação e Controle do ministério para que promovam nas comunidades atividades instrutivas sobre a importância do combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Entre as atividades planejadas para a semana estão visitas domiciliares, distribuição de materiais informativos e educativos, murais, rodas de conversa com a comunidade, oficinas, teatros e gincanas.

“A mobilização pretende mostrar que a união de todos, governo e população, é a melhor forma de derrotar o mosquito, principalmente de novembro a maio, considerado o período epidêmico para as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. Nesse período, o calor e as chuvas são condições ideais para a sua proliferação”, afirma o secretário municipal de Saúde, Dr. Patrick Derzi.

A secretaria de Saúde vem realizando periodicamente intensa mobilização na região dos bairros Ipê II, na região do Parque dos Ipês. O objetivo é reduzir os índices de infestação do mosquito aedes aegypti, transmissor da doença naquela região, onde segundo o Controle de Vetores da Secretaria de Saúde, foi o bairro que mais alto índice de proliferação indicou.

O mutirão acontece regularmente em vários pontos da cidade e deve se estender em toda a cidade, dando ênfase aos locais onde a infestação do mosquito é maior: “Fizemos um levantamento em todas as regiões do município e detectamos que aqui no Ipê II, a situação é mais preocupante. Mas isso não quer dizer, que vamos descuidar dos outros bairros. Começamos no Ipê II, pelo maior índice registrado e vamos para todos os bairros de Ponta Porã”, afirmou Denis Freitas, coordenador de controle de vetores da secretaria de saúde do município.

Segundo ele, as regiões do Grande Marambaia e Ignês Andreazza (zona sul da cidade), Vila Áurea e Ipê II, além do centro de Ponta Porã, são as que apresentam os maiores índices de infestação do mosquito. “O índice tolerado pelo Ministério da Saúde é 1%.

Os números foram aferidos pelo LIRAA – Levantamento de Índice Rápido do Aedes Aegypti, trabalho efetuado a cada dois meses. Ele consiste na pesquisa dos domicílios com a coleta de larvas do mosquito transmissor da dengue.

“O que percebemos é que a população tem se descuidado. Encontramos criadouros do mosquito no lixo domiciliar (sacos plásticos, potes de margarina, materiais descartáveis) e depósitos móveis de fácil remoção (bebedouros de animais, água armazenada em baldes, tonéis e caixas)”, afirmou Edilson.

Segundo ele, com o período de chuvas o risco aumenta. Este ano foram notificados 24 casos suspeitos de dengue. Um foi confirmado. “Os números são pequenos em relação a outras épocas. Porém, não podemos descuidar. A dengue nos preocupa muito e, por isso, estaremos desenvolvendo atividades de prevenção”, assegurou o secretário municipal de saúde, Patrick Derzi.

Notícias Relacionadas

Ao entregar milésimo óculos, prefeito Hélio reforç... Programa terá continuidade ano que vem como prioridade para atender população“É nossa obrigação. Não estamos fazendo nenhum favor, apenas ...
Ponta Porã terá Corrida do Trabalhador no dia 1º d... O dia 1º de Maio será de corrida de 5 km em Ponta Porã. O evento esportivo será denominado 1ª Caminhada e Corrida do Trabalhador Parque dos Ervais...
Sanga Puitã: prefeitura reforma praça A Prefeitura de Ponta Porã irá reformar a praça ´Nenito Brizueña´ no distrito de Sanga Puitã. O espaço público estava há muitos anos sem receber qualq...
Hélio e deputado Márcio Fernandes entregam Kimono... Prefeito Hélio Peluffo destaca investimento no esporte e agradeceu apoio do Deputado Márcio Fernandes O prefeito Hélio Peluffo e o deputado estadual ...